MAIS NOTÍCIASTénis

Carla Suárez revela ter cancro

A tenista espanhola Carla Suárez revelou padecer de um cancro que lhe afeta o sistema linfático, pelo que nos próximos seis meses será submetida a tratamentos de quimioterapia.

“Gostaria de dirigir-me a vocês para vos confirmar uma boa notícia, mas, por enquanto, essa é uma realidade pela qual todos teremos que esperar”, escreveu a atleta de 31 anos, em carta tornada pública.

A 71.ª jogador do ranking WTA, e que cumpria a sua última época como profissional, padece de um linfoma de Hodgkin, doença que a impede de treinar com “normalidade” no court e no ginásio.

“Ao expor-me à intensidade que exige o treino desportivo e profissional, o meu corpo tem respondido com um mal-estar geral. Não consigo completar os treinos desde julho passado”, lamenta Carla Suárez, que há dias foi internada num hospital.

A atleta revela que a busca de “respostas médicas” obrigou-a a “exames que exigiram repouso” e que a impediram de participar nos torneios agora realizados em Nova Iorgue, o Masters 1000 Cincinati e o US Open, que está a decorrer.

“Os resultados clínicos confirmaram o aparecimento de um linfoma de Hodgkin no meu corpo. A equipa médica diz-me que a deteção é precoce, a sua proliferação é curável e de pequenas dimensões. A reação será imediata. Vamos seguir um tratamento de quimioterapia nos próximos seis meses”, esclareceu Carla.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo