MAIS NOTÍCIASMotociclismo

Jorge Lorenzo diz adeus ao motociclismo

Jorge Lorenzo, campeão do mundo de MotoGP em 2010, 2012 e 2015, anunciou, esta quinta-feira, a retirada do motociclismo.

Foi em conferência de imprensa, que o agora ex-piloto espanhol, de 32 anos, revelou, sem conseguir conter as lágrimas, que o Grande Prémio de Valência será a última vez que sobe a uma mota, como profissional.

“Há quatro ou cinco dias importantes para um piloto: o dia da estreia, a primeira vitória, o primeiro Mundial, que nem todos podem conseguir, e quando anuncias a tua retirada. Esse dia chegou para mim e estou aqui para anunciar que esta será a minha última corrida em MotoGP e que me retiro como piloto profissional”, declarou.

Lorenzo salientou que “foram 20 anos de dedicação exclusiva” e que “ser tão perfecionista requer muita motivação”. A mudança para a Honda marcou o declínio do três vezes campeão do mundo.

“Desde o início percebi que não era capaz de estar em condições físicas normais para ser rápido e competitivo. A moto nunca me assentou de forma natural e foi difícil, mas nunca perdi a paciência. Quando começava a vislumbrar a luz, tive uma queda feia em Montmeló [GP da Catalunha] e duas semanas depois em Assen [Holanda], e todos sabemos as consequências. Quando estava na gravilha e me levantei, pensei: ‘Jorge, isto vale mesmo a pena, depois de tudo o que alcançaste?’.”

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo