Volta a PortugalDESTAQUE

Cândido Barbosa: “Equipas como o FC Porto fazem sempre falta”

Dia 4 de agosto de 2022. Um dia especial para o ciclismo nacional, com o arranque da edição 83 da Volta a Portugal. Mas aquele que devia ser um dia de pura felicidade para a modalidade acaba também por ter muito daquilo que é mais negativo no desporto. As suspeitas de doping estão em alta. A W52-FC Porto foi já suspensa da prova, depois de buscas já na semana passada. A equipa vencedora de cinco das últimas seis edições não vai poder ir à estrada.

Mas a investigação da Polícia Judiciária não ficou por aí. Ainda esta semana, a PJ realizou mais buscas em equipas portuguesas do ciclismo, com algumas detenções e atletas afastados da competição.

Para Cândido Barbosa, 25 vezes vencedor de etapas da Volta a Portugal, as notícias claramente que não são positivas, especialmente tendo em conta os tempos de ação das autoridades competentes.

Sobre a suspensão em específico da W52-FC Porto, o antigo ciclista acha que uma equipa com a grandeza que tem faz sempre falta, mas acredita no funcionamento das autoridades competentes.

Timings e polémicas à parte, importa agora focar naquilo verdadeiramente importante – o ciclismo. Sem a W52-FC Porto, a incerteza é maior em relação àquilo que pode ser a edição de 2022 da Volta a Portugal. Para Cândido Barbosa, é essa a magia da modalidade.

Cândido Barbosa falou também sobre o percurso, com a realidade a corresponder àquilo que era esperado.

Apesar da possível importância do contrarrelógio final, entre Porto e Gaia, são as etapas de grandes subidas, como a da Torre, na Covilhã, que fazem grandes diferenças, para Cândido Barbosa.

Entre 4 e 15 de agosto corre-se a edição 83 da Volta a Portugal. Arranca esta quinta-feira, com um curto prólogo de 5,4 quilómetros em Lisboa. A quarta etapa é a primeira mais decisiva, com a subida final à Torre na Covilhã. Os ciclistas voltam a ter grandes dificuldades no sexto dia, em Mirando do Corvo. Mas as grandes decisões devem chegar no penúltimo dia, com a ascensão à Sr. da Graça, em Mondim de Basto.

A Volta a Portugal fecha entre Porto e Gaia, com um contrarrelógio de 18,6 quilómetros.

A Golo FM vai acompanhar a par e passo a competição, com diretos diários e acompanhamento extensivo.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo