DESTAQUEFutebol

Ryan Giggs não irá treinar o País de Gales no Europeu

O ex-jogador do Manchester United e atual selecionador do País de Gales, Ryan Giggs, não vai orientar a seleção de futebol no Europeu, anunciou a Federação de Futebol do País de Gales.

O antigo internacional galês foi acusado formalmente pela polícia de Manchester de agressões sexuais a Kate Greville, antiga companheira de Giggs e a outra mulher perto dos 20 anos, cuja identidade ainda não foi revelada. Como tal, a Federação de Futebol do País de Gales decidiu suspender o selecionador.

Robert Page foi eleito como o substituto, assistido por Albert Stuivenberg. Na mesma nota, a Federação de Futebol do País de Gales revelou que está a discutir medidas futuras tendo em conta as acusações que recaem sobre Giggs.

Ryan Giggs assumiu o comando da seleção galesa em 2018. O Euro 2020 foi a primeira grande competição para o qual o antigo capitão do País de Gales se conseguiu qualificar, enquanto responsável máximo pela seleção.

Escrito por: Nuno Tavates

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo