Futebol

Ronaldo “Gostava de ter ficado no Barcelona”

Ronaldo recordou a saída do Barcelona. O fenómeno destaca que esta saída não foi do seu agrado.

“Assinei a renovação do meu contrato no final da temporada e viajei com a seleção brasileira. Cinco dias depois, eles ligaram-me para me dizer que não podiam renovar comigo. Nunca esteve nas minhas mãos”, afirmou o brasileiro.

“Eu queria ficar. Se o clube não me valorizava como teria de fazer, a decisão não estava nas minhas mãos», disse ainda, frisando: «Gostava de ter ficado.”

De Barcelona, Ronaldo foi para o Inter de Milão e depois regressou a Espanha para representar o Real Madrid, quando a incompatibilidade com o treinador Héctor Cuper o levou a deixar a formação italiana.

“Eu amei realmente o Inter e recebi um amor incondicional de todos os fãs. Mas com o treinador que estava lá na altura, eu não podia continuar”, contou Ronaldo.

“Conversei com o presidente Moretti e disse: ‘Senhor presidente, eu não posso continuar com este treinador. Ou ele vai ou eu vou’. Ele escolheu continuar com Cúper”, explicou Ronaldo.

Seguiu-se então o Real Madrid por forte influência do amigo Roberto Carlos.

“O meu sonho era um dia jogar no Real Madrid e lutei até ao último momento para ir. Joguei com Roberto Carlos pelo Brasil e ele contava-me tudo sobre o que o Real Madrid representava e o que ele vivia. Aquilo ficou na minha cabeça durante anos e quis ver com os meus próprios olhos”, contou.

“Fui para o Real Madrid e foi ainda melhor do que o Roberto havia me dito. É o Real Madrid. Foi um prazer descobrir o quão grande é o clube e ter ajudado a que fosse ainda maior.”

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo