FutebolMAIS NOTÍCIAS

River ganha vantagem no “Superclásico” das meias-finais da Libertadores

O River Plate deu passo importante rumo à final da Taça Libertadores, na madrugada desta quarta-feira, ao vencer na receção ao eterno rival, o Boca Juniors, por 2-0, na primeira mão.

A partida começou de feição para os milionários. Aos quatro minutos, Rafael Borré foi derrubado na área e, após ver as imagens do videoárbitro no relvado, o árbitro assinalou grande penalidade. Na conversão, três minutos depois, Borré não perdoou.

Ao minuto 70, Matías Suárez avançou pela direita e cruzou, rasteiro, para o primeiro poste, onde apareceu Ignacio Fernández, a adiantar-se aos centrais, para empurrar a bola para o fundo da baliza.

Porém, a “fortuna” do River Plate ainda não tinha terminado, com Nicolás Capaldo, que já falhara um golo de baliza aberta, como infeliz protagonista.

Aos 97 minutos, o extremo do Boca entrou de pés em riste sobre o ex-Benfica Enzo Pérez. Após rever as imagens, o árbitro substituiu o cartão amarelo inicial por um vermelho direto, o que tira Capaldo da segunda mão.

O segundo jogo da eliminatória está marcado para a madrugada do dia 23 de outubro, também uma quarta-feira, na Bombonera.

Na outra meia-final, o Flamengo de Jorge Jesus defronta o Grêmio. A primeira mão, em Portalegre, joga-se na próxima madrugada. A segunda mão será no Maracanã, na 24 de outubro.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo