DESTAQUEFutebol

Palmeiras começa luta pela revalidação da Libertadores com tirunfo

O Palmeiras, de Abel Ferreira, iniciou na quarta-feira a defesa da Taça Libertadores em futebol com um triunfo no reduto dos peruanos do Universitario por 3-2, concretizado com um golo na última jogada.

Menos de três meses depois de ter fechado a edição 2020 com um triunfo aos 90+9 minutos, sobre os compatriotas do Santos (1-0), o ‘verdão’ voltou a ganhar nos descontos, agora com um tento do ‘miúdo’ Renán, aos 90+5, de cabeça.

Numa jogada entre dois suplentes, Gustavo Scarpa bateu um canto na esquerda e o jovem defesa, de 18 anos, surgiu de rompante e conseguiu um forte remate de cabeça, não dando hipóteses ao guarda-redes José Carvallo.

O conjunto de Abel Ferreira ‘emendou’, assim, os erros crassos que cometeu entre os 64 e os 68 minutos, e que quase lhe custaram um triunfo que parecia certo, após os tentos de Danilo, aos 20 minutos, e Raphael Veiga, servido por Rony, aos 52.

Aos 64 minutos, Alan Empereur foi expulso por acumulação de amarelos, originando um livre que Novik apontou para o cabeceamento certeiro de Enzo Gutiérrez, que ‘bisou’ aos 68, de penálti, após uma mão desnecessária de Danilo na área.

O Palmeiras acabou por conseguir chegar ao triunfo com menos uma unidade, mas numa altura em que isso não se notava, já que os peruanos pareciam ‘rebentados’ fisicamente e mostravam-se mais interessados em segurar a igualdade.

No outro encontro da primeira jornada do Grupo A, o Independiente del Valle, do também treinador português Renato Paiva, não conseguiu mais do que um empate caseiro a um golo face aos argentinos do Defensa y Justicia.

Na segunda jornada, dentro de uma semana, o Palmeiras recebe o Independiente del Valle, num confronto entre os dois treinadores lusos presentes na Libertadores de 2021.

Quanto aos outros embates, destaque para o triunfo por 1-0 do Boca Juniors no reduto do The Strongest, selado com um tento de Sebastián Villa, aos sete minutos, no Grupo C.

Os bolivianos do Always Ready surpreenderam os brasileiros do Internacional (2-0), no Grupo B, e os também ‘canarinhos’ do Santos, vice-campeões em título, caíram por 2-0 na receção ao Barcelona do Equador, também no Grupo C.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo