Mundial 2022DESTAQUE

Máquina do tiki taka tritura Costa Rica

A Espanha teve uma estreia de sonho no Campeonato do Mundo depois de golear a Costa Rica por 7 bolas a 0.

Depois dos exemplos negativos de Argentina e Alemanha, que acabaram derrotadas por seleções menos cotadas, a formação orientada por Luis Enrique não quis correr riscos e resolveu a partida desde cedo.

O primeiro do jogo foi apontado logo ao minuto 11 com uma grande finalização de Dani Olmo permitida por uma receção orientada de igual qualidade.

Dez minutos depois foi Marco Asensio quem rematou para bater Keylor Navas, sendo que a tradição foi cumprida aos 31′ com o terceiro confirmado numa grande penalidade de Ferran Torres.

Com pouco mais de meia hora, La Roja já tinha conquistado uma larga vantagem, acabando com qualquer esperança costarriquenha de disputar o resultado.

No segundo tempo o filme foi o mesmo, sendo que Ferrán Torres precisou de menos de 10 minutos para fazer o quarto dos espanhóis.

A partir daí o selecionador começou a gestão do plantel executando as cinco substituições num curto espaço de tempo, mas nem isso deteve os homens que entraram de procurar a baliza da Costa Rica.

Culminando uma exibição de gala, o jovem Gabi tornou-se no jogador mais novo de sempre a marcar pela Espanha em Mundiais quando correspondeu a um cruzamento bem tirado de Álvaro Morata para apontar o quinto golo.

Sem reação, nem a entrada do experiente Bryan Ruíz deu alento aos centro-americanos, que mantiveram as dificuldades iniciais em travar o jogo fluído do adversário.

Antes do final e já no tempo de descontos, ainda houve oportunidade para Carlos Soler para fazer o gosto ao pé, seguido de Álvaro Morata aos 90+2′.

Com uma goleada das antigas, a Espanha apresenta a sua candidatura ao título mundial, deixando bem expostas as debilidade de uma Costa Rica de quem se esperava uma resposta mais competitiva.

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo