FutebolMAIS NOTÍCIAS

Ministério Público acusa adeptos do FC Famalicão de arremesso de pedras e garrafas

O Ministério Público pede a condenação dos quatro arguidos – adeptos do FC Famalicão – pelo arremesso de pedras e garrafas na direção de um grupo de adeptos alusivos ao FC Porto, no final de um jogo realizado a junho do ano passado.

De acordo com a nota publicada na página da Procuradoria-Geral Regional do Porto, o Ministério Público solicita a interdição destes elementos de acesso a recintos desportivos.

O episódio decorreu no dia 3 de junho de 2020 no exterior do Estádio Municipal 22 de Junho, na cidade de Vila Nova de Famalicão. Foi neste local que os arguidos arremessaram pedras e garrafas na direção de um grupo de adeptos do Futebol Clube do Porto – de acordo com a fonte foram incentivados a fazê-lo por um dos arguidos presentes no local.

Neste jogo a contar para a Primeira Liga Portuguesa, o clube da casa recebia o FC Porto, sendo à porta fechada pelo contexto da pandemia atual.

Os adeptos em questão estão acusados da prática de um crime de arremesso de objetos ou produtos líquidos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo