DesportoFutebol

Luís Gonçalves pode ir a tribunal com a Federação Moçambicana de Futebol

A rescisão contratual unilateral entre a Federação Moçambicana de Futebol e o treinador luso-moçambicano Luís Gonçalves pode ser levada à barra do tribunal.

Luís Gonçalves tem afirmado que a razão que levou a FMF a rescindir o contrato do treinador foi a não qualificação para o CAN-2021, embora esse não tenha sido o único objetivo que se encontrava no contrato do Luso-Moçambicano – com a qualificação para o Mundial no Qatar e a melhoria dos programas de sub-23, sub-20 e sub-17 a serem mencionados.

No todo, eram 19 meses que ainda faltavam na parceria entre Luís Gonçalves e a FMF. Tendo em conta os salários do selecionador, da equipa técnica e o tempo que ainda faltava por cumprir no contrato do treinador, estão em jogo cerca de 19 milhões de Meticais, ou seja, cerca de 200 mil euros.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo