FutebolTOPO

La Liga: Máximo salarial prejudica Barcelona

A La Liga deu a conhecer o máximo salarial que cada equipa do campeonato espanhol tem de cumprir depois de terminado o mercado de inverno do próximo mês de janeiro.

Destaque para o FC Barcelona, onde joga Francisco Trincão, cujo valor máximo a gastar diminuiu quase 300 milhões de euros. O teto dos blaugrana para esta época é de 383 milhões de euros, menos 274 milhões do que na temporada passada.

Também o Real Madrid sofreu um corte salarial, mas não tão brusco como o do rival culé. Os merengues podem gastar em salários 469 milhões de euros, menos 173 milhões do que o ano anterior.

Também o Atlético de Madrid, do português João Félix, tem de reduzir o seu teto em quase 96 milhões de euros, para 256 milhões.

Uma quebra que se regista em metade das equipas da Liga espanhola devido, em grande parte, à pandemia de covid-19, que tem provocado uma quebra nas finanças dos clubes.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo