FutebolMAIS NOTÍCIAS

Gaston Ramírez da Sampdoria fala em casos de Covid’19 ocultados

Gaston Ramírez, jogador da Sampdoria, acusa muitos clubes italianos de esconderem o número de infetados pelo novo coronavírus.

“A Sampdoria não esconde nada, muitas outras equipas escondem e não consigo entender. É uma falta de respeito por todos aqueles que têm sido transparentes e por todos aqueles que estiveram em contacto com os infetados. Dizer que tens o vírus não é crime, é uma questão de saúde, de ética. Genuinamente, alguém acha que, na Serie A, só a Sampdoria tem cinco, seis, sete infetados?”, começou por declarar o internacional uruguaio.
O médio teceu ainda largas críticas à questão do corte dos salários dos jogadores.

“Neste momento, o dinheiro só serve para uma coisa: para ajudar médicos, enfermeiros, a investigação científica, para comprar máscaras e material hospitalar. Ouço falar de direitos televisivos, cortes nos salários, fundos perdidos, como se fosse só o futebol estivesse a perder dinheiro. As empresas não estão? As que entram em «lay-off» e as que vão entrar depois disto, quem perdeu ou vai perder o emprego. O futebol corre o risco de dar uma imagem distorcida de si mesmo, de um ‘mundo diferente”, acrescentou ainda.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo