SL BenficaDESTAQUEFutebolFutebol Feminino

Voo histórico mas com pequeno “susto”

Com um claro domínio, do início ao fim, as águias ultrapassaram uma reta final de partida dramática, onde o cenário se complicou por via da falta de eficácia.

O Benfica venceu, esta quarta-feira, o Rangers, por 2-1, após prolongamento, e carimbou o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol feminino pelo segundo ano consecutivo.

O encontro, completamente controlado pelas da casa, conheceu a surpresa dramática na reta final. O Rangers chegou ao golo, aos 87 minutos, que forçou o prolongamento, após triunfo das encarndas por 3-2, na primeira mão.

No entanto, as benfiquistas precisaram apenas de dois minutos para marcar no prolongamento, através de excelente passe de Andreia Faria para o espaço livre e a progressão de Cloé Lacasse, que só travou quando fez o 1-1.

O Benfica conseguia a vantagem mas ficava reduzido a menos uma unidade, após expulsão de Lúcia Alves.
Contudo, o conjunto encarnado conseguiu chegar ao golo da reviravolta no jogo, aos 119 minutos, num passe longo que desmarcou Jéssica Silva para o 2-1.

No final da partida Filipa Patão destacou o bom jogo da equipa que sempre acreditou.

 

Contas feitas, o Benfica consegue passagem histórica à fase de grupos da Champions League feminina de futebol.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo