FutebolTOPO

Federação coloca ponto final nas “transferências ponte”

A Federação Portuguesa de Futebol, seguindo as intruções da FIFA, aprovou esta quinta-feira o fim das “transferências ponte”. O que significa que nenhum jogador por assinar em definitivo por dois clubes no espaço de 16 semanas.

A decisão da Federação foi tomada em reunião da direção e dá seguimento a uma decisão já tomada pela FIFA, que impõe que um jogador, depois de assinar por um clube, deve ficar com os direitos económicos vinculados a esse pelo prazo de 16 semanas (sensivelmente quatro meses). Desta equação estão excluídos os empréstimos de jogador: ou seja, um jogador pode ser contratado por um clube em definitivo e depois disso ser emprestado a outro.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo