FutebolMAIS NOTÍCIAS

Everton condena clubes ingleses que integram Superliga Europeia e pede ponto final no projeto

O Everton condenou de forma dura os seis clubes ingleses que estão entre o grupo de 12 fundadores da Superliga Europeia e pediu o fim imediato do projeto.

Num comunicado publicado esta manhã, os «Toffees» manifestaram «tristeza e desapontamento pelas propostas de rotura levadas a cabo por seis clubes».

«Seis clubes agem apenas em defesa dos seus interesses. Seis clubes estão a destruir a reputação da liga e do jogo. Seis clubes escolheram desrespeitar todos os outros com quem se sentam à mesa na Premier League. Seis clubes estão a trair a maioria dos adeptos do futebol por esse país e pelo mundo fora», pode ler-se no documento, em que o clube de Liverpool acusa os rivais de «conspiração para destruir a pirâmide competitiva que os serviu».

Considerando que «os autoproclamados “Super Six” colocaram a própria estrutura que sustenta o jogo sob ameaça» devido a uma «arrogância absurda», o Everton pede em nome dos seus adeptos que as propostas para a criação da Superliga «sejam retiradas imediatamente e que as reuniões privadas e práticas subversivas terminem imediatamente».

«Por fim, pedimos aos proprietários, presidentes e membros da diretoria dos seis clubes que se lembrem da posição privilegiada que ocupam; não apenas como guardiães dos seus clubes, mas também do jogo. A responsabilidade que carregam deve ser levada a sério. Pedimos a todos que reflitam sobre qual desejam que seja seu legado», conclui o comunicado.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo