DESTAQUEFutebol

Califa Cassamá deixa duras críticas à Federação de Futebol de Guiné-Bissau

Continuam as ondas de críticas contra a Federação de Futebol da Guiné-Bissau – desta vez foi o treinador dos Estivadores de Portos de Bissau, Califa Cassamá, a lançar duras críticas à FFGB, depois da derrota contra o Sporting Clube da Guiné-Bissau.

Califa, visivelmente insatisfeito, durante a conferência de imprensa pós-jogo, afirmou que não era admissível em dois jogos uma equipa só ter o direito de receber o jogo visitado, nunca sendo o visitante.

“Podíamos ter saído com um resultado positivo, de levantar a cabeça, mas não foi o caso. É difícil lidar com esta realidade no futebol guineense, na primeira volta o Sporting é a equipa visitada, na segunda voltou a ser equipa visitada, segundo o comunicado da FFGB”, comentou o técnico conhecido como “Zidane”.

O treinador aproveitou ainda para criticar a arbitragem de Quintino Jorge, referindo que este condicionou a partida e que exagerou todos os lances a favor da equipa caseira.

Por sua vez, o treinador-adjunto, Amdu Seide, afirmou que a Federação de Futebol da Guiné-Bissau está desorganizada e que o futebol guineense nunca conseguirá evoluir enquanto não melhorar a sua organização, revelando ainda que foi alvo de insultos durante a partida.

Escrito por: Nuno Tavares

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo