DESTAQUEFutebol

Bruno de Carvalho deixa críticas aos jornalistas e Mustafá pede demissão da direção do Sporting

Bruno de Carvalho foi o primeiro arguido a chegar esta quinta-feira ao Tribunal de Monsanto, para a leitura do acórdão do julgamento do ataque à Academia de Alcochete.

O ex-presidente do Sporting, que é um dos 44 arguidos, deixou várias críticas ao trabalho dos jornalistas.

 

No tribunal de monsanto esteve também Mustafa assumindo que a única saída para o Sporting é a atual direção pedir a demissão.

 

Bruno de Carvalho e os outros 43 arguidos ficam a conhecer a decisão do tribunal no caso do ataque à Academia do Sporting esta quinta-feira.

Há cerca de dois meses, durante as alegações finais do caso, o ex-presidente do clube de Alvalade, o líder da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido por Mustafá e Bruno Jacinto, o oficial de ligação aos adeptos foram afastados da autoria moral do ataque pela procuradora do Ministério Público.

Para os outros 41 arguidos a procuradora pediu a condenação pelo crime de introdução a lugar vedado ao público, o que poderá custar apenas o pagamento de uma multa.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo