DESTAQUEFutebol

Árbitros portugueses indisponíveis para jogos da Superliga Europeia

Os árbitros portugueses não estarão disponíveis para arbitrar jogos da Superliga europeia, disse nesta terça-feira o presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), advertindo que quem o fizer será «por sua conta e risco».

Luciano Gonçalves lembrou quais são as instituições «a quem os árbitros têm de obedecer» e concluiu que aqueles que estiverem na Superliga «não estarão na FIFA e na UEFA», em declarações à agência Lusa.

«Os árbitros portugueses estão disponíveis para arbitrar competições da Federação [Portuguesa de Futebol], das Associações distritais, da FIFA e da UEFA e nunca de qualquer outra competição que não esteja sob a égide destas instituições», frisou o presidente da APAF.

Ainda assim, Luciano Gonçalves considera que não será difícil para a futura Superliga contratar árbitros, tal como fizeram os EUA, onde estão «uma série de árbitros europeus» a apitar jogos da MLS.

«Se o quiserem fazer, não será difícil. Deixam é de pertencer aos quadros da FIFA e da UEFA», reforçou o dirigente.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo