DESTAQUEFutebol

TAD absolve Benfica de interdição do Estádio da Luz

O Tribunal Arbitral do Desporto afastou a hipótese de interdição de dois jogos no Estádio da Luz, sanção que tinha sido imposta ao Benfica após um jogo da Taça de Portugal de dezembro de 2019.

O castigo, aplicado pelo Conselho de Disciplina, datava de julho de 2020 e destacava a interdição do estádio por se entender que as claques não registadas «No Name Boys» e «Diabos Vermelhos» beneficiaram de apoio do Benfica num jogo frente ao Sp. Braga, realizado a 18 de dezembro de 2019.

O Benfica recorreu deste castigo e o TAD deu como não provado que «os aludidos grupos de adeptos beneficiam do apoio da demandante (Benfica SAD)» e igualmente não provado que não tenha cumprido a sua obrigação legal ou regulamentar que «sobre si impendem relativas à segurança, prevenção de violência, ética e verdade desportiva».

«Concluiu este Tribunal que a Demandante não adotou comportamentos passíveis de serem entendidos como apoio ilegal a qualquer grupo organizado de apoio, não se vislumbrando também o incumprimento de qualquer outra obrigação legal ou regulamentar relativa a segurança, prevenção de violência, ética e verdade desportiva, nem tão pouco se consegue retirar, dos factos dados como provados, qualquer ofensa para a imagem e o bom nome da FPF ou graves consequências para a competição», refere o acórdão arbitral, que deliberou por maioria.

Escrito por: José Carlos Leal

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo