DESTAQUELiga Espanhola

“Saía do treino e chorava no carro”

O lateral-direito do Valencia, Thierry Correia, deu uma entrevista à SER Deportivos Valencia em que fez revelações sobre os seus primeiros tempos no clube.

O internacional jovem por Portugal transferiu-se do Sporting para o clube espanhol em 2019/2020, porém tardou em conquistar o seu espaço e admiração dos adeptos “che”.

“No meu primeiro ano tive que recorrer a um treinador mental. Saía do treino e começava a chorar no carro. Ainda bem que tive perto o Gonçalo Guedes e o Rúben Vezo. Se não fossem eles, eu não teria continuado no Valência”, confessou o português.

A dança de treinadores no emblema valenciano não ajudou Thierry, que agora parece ter finalmente encontrado a felicidade sob o comando do italiano Gennaro Gattuso.

“A sua ideia de jogo favorece-me, jogava assim na formação do Sporting. Desde que cheguei, ele é o primeiro treinador a querer jogar futebol”, disse o jogador de 23 anos sobre o seu novo técnico.

Com 6 jogos a titular esta temporada, Thierry Correia é um dos indiscutíveis do atual 9º classificado de La Liga.

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo