DESTAQUEFutebolMundial 2022

Rússia no play-off do Mundial 2022 mas sem nome e hino

A FIFA cancelou este domingo a realização de jogos na Rússia, admitindo que as seleções de futebol do país joguem em campo neutro, sem espetadores e sem hino, e sob a designação da sua federação nacional e não do país.

“Nenhuma competição internacional será disputada no território da Rússia, devendo as partidas ‘em casa’ ser jogadas em território neutro e sem espetadores”, refere a FIFA em comunicado, no qual lamenta e condena a ofensiva militar russa ao território da Ucrânia.

O organismo que tutela o futebol mundial garante que as sanções impostas à Rússia, que passam também pela proibição do uso de bandeira e hino do país, foram tomadas por unanimidade pelos presidentes das seis confederações.

A FIFA indica ainda que todas as seleções devem competir sob a designação da União de Futebol da Rússia (RFU) e não do país, e admite a tomada de mais medidas, entre as quais a de exclusão.

“Continuaremos o nosso diálogo com o Comité Olímpico Internacional (COI), UEFA e outros organismos internacionais para analisar a tomada de medidas adicionais, incluindo uma possível exclusão das competições, que serão aplicadas num futuro próximo, caso a situação não melhore”, refere o comunicado.

A FIFA indica já ter dialogado com a federação da Polónia, adversária da Rússia no ‘play-off’ de qualificação para o Mundial2022, e com as suas associações da República Checa e Suécia, possíveis adversárias na fase a eliminar, referindo ter “tomado nota das preocupações manifestadas”.

A Rússia deveria enfrentar em Moscovo a Polónia numa das meias-finais, com o vencedor desse encontro a receber na final do ‘play-off’ para o Mundial a seleção vencedora do jogo entre Suécia e República Checa, em embate que poderia ser novamente em território russo.

O jogo entre Rússia e Polónia está agendado para 24 de março e a final desse ‘play-off’, com o vencedor da Suécia-República Checa, em 29 do mesmo mês.

A FIFA manifesta “a sua mais profunda solidariedade com todos os que estão a ser afetados pelo conflito na Ucrânia”, e apela ao “início urgente do diálogo e à restauração da paz”.

As sanções da FIFA surgem dias depois de o COI ter pedido a todas as federações desportivas internacionais que cancelem ou mudem de local quaisquer competições planeadas para solo russo ou bielorrusso, e da UEFA ter transferido para Paris a final da Liga dos Campeões, prevista para São Petersburgo.

planodesaude.golo.fm

Escrito por: José Carlos Leal

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo