DESTAQUEAutomobilismoModalidades

Rovanpera conquista a 55.ª edição do Rali de Portugal e Armindo Araújo foi o melhor português

Kalle Rovanpera conquistou a 55.ª edição do Rally de Portugal. O piloto finlandês já liderava a prova e este domingo venceu a especial de Fafe, terminando com 6m28s, deixando a 2,1 segundos o espanhol Dani Sordo (2.º classificado) e a 3,1 segundos o belga Thierry Neuville (3.º).

O britânico Elfyn Evans, que disputava o triunfo na prova com Rovanpera, terminou o troço de Fafe no 5.º lugar (a 6,2 segundos).

Rovanpera, em Toyota, conquistou este domingo pela primeira vez o Rally de Portugal e alargou a vantagem na liderança do Mundial de Ralis WRC, depois de conquistar três das quatro provas já disputadas.

Armindo Araújo (Skoda Fábia) terminou a 55.ª edição do Rali de Portugal como o melhor português, batendo o algarvio Ricardo Teodósio (Hyundai i20) por 22,5 segundos.

Nesta competição particular pelo estatuto de melhor representante nacional, apesar de a classificação do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) ter ficado fechada na sexta-feira, com a vitória de Teodósio, Araújo levou a melhor depois de ter assumido o comando no final do dia de sábado.

O piloto natural de Santo Tirso fez melhor do que Teodósio em três das cinco especiais, apesar de só ter vencido uma. José Pedro Fontes, em Citroën C3, venceu as outras duas.

O algarvio foi o mais rápido dos portugueses em dois dos cinco troços deste domingo.

Desta forma, Araújo terminou em 14.º da geral, a 21.36,8 minutos do vencedor, com Teodósio logo atrás, a 22,5 segundos.

Armindo Araújo foi, ainda, quinto classificado no WRC2, com Ricardo Teodósio em sexto.

planodesaude.golo.fm

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo