DESTAQUEFutebol

Mundial 2022: Suíça e Inglaterra apuradas com Itália e Polónia remetidas para o play-off

A Itália falhou o apuramento direto para o Mundial 2022 e, tal como Portugal, vai disputar o play-off para garantir ‘bilhete’ para o Qatar.

Na Irlanda do Norte, a atual campeã da Europa não saiu do nulo, e a vitória folgada da Suíça na receção à Bulgária (4-0) atirou a squadra azzurra para o segundo lugar do C.

Em Lucerna, um golo de Noah Okafor deu vantagem aos helvéticos aos 48 minutos, vantagem ampliada menos de dez minutos depois, por intermédio de Ruben Vargas.

A 18 minutos dos 90, Cedric Itten fez o 3-0 e deixou a Itália a precisar de marcar dois golos à Irlanda do Norte – não conseguiu sequer fazer um, ao passo que a Suíça ainda chegou aos 4-0, por intermédio de Freuler, nos descontos.

De facto, a formação de Roberto Mancini viveu uma noite bastante desinspirada em Belfast. A seleção italiana teve bastante mais posse de bola do que o adversário, rematou 12 vezes – sete delas à baliza –, mas foi incapaz de fazer balançar as redes irlandeses.

Assim, a Suíça termina como líder do grupo C, com 18 pontos, à frente dos 16 pontos da Itália. A Irlanda do Norte termina em terceiro, a Bulgária em quarto e a Lituânia em quinto.

Inglaterra segue para o Mundial com goleada histórica

Já a Inglaterra também confirmou o apuramento direto para o Mundial 2022, ao vencer San Marino por 10-0.
Harry Kane, que fez um poker, foi a grande figura desta goleada histórica da seleção inglesa – a maior de sempre em jogos oficiais fora de casa.

Além do avançado do Tottenham, também Trent-Alexander Arnold esteve em destaque, ao fazer um hat-trick de assistências na segunda parte.

Para a equipa dos Três Leões marcaram então Harry Maguire (6m), Fabbri, com um autogolo (15m), Harry Kane (27m, 32m, 39m e 42m), Emile Smith Rowe (58m), Tyrone Mings (69m), Tammy Abraham (78m) e Bukayo Saka (79m).

Já a Polónia, de Paulo Sousa, garantiu o segundo lugar – vai disputar o play-off –, apesar da derrota por 2-1 na receção à Hungria.

Schafer, aos 37 minutos, e Gazdag, aos 80, fizeram os golos do conjunto húngaro. Swiderski havia empatado para os polacos à passagem da hora de jogo.

Por último, um penálti convertido por Cekici, aos 74 minutos, valeu o triunfo (1-0) da Albânia frente à Andorra.

Escrito por: José Carlos Leal

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo