DESTAQUEFutebol

Inquérito aberto pela Liga devido a objetos lançados e comportamento de coletes azuis

O Conselho de Disciplina indicou através de comunicado a instauração de processo de inquérito devido ao «arremesso de garrafa de água e isqueiro por apanha-bolas» e ao «arremesso de objeto metálico, em forma de projétil».

O comportamento dos Assistentes de Recinto Desportivo, que se envolveram em confusão com os jogadores leoninos no centro do relvado também vai ser investigado, bem como o «comportamento de elementos da equipa de ativações publicitárias» do FC Porto. Neste caso, estão em causa dois dos elementos de colete azul, por «arremesso de uma garrafa de água e uma agressão a soco», a Matheus Reis.

Será aberto, também, um processo de inquérito para averiguar o episódio relatado por Frederico Varandas na conferência de imprensa pós-jogo, em que se queixou de ter sido «abordado pelo administrador da SAD do FC Porto, Vítor Baía e pelo diretor de imprensa dessa mesma sociedade, Rui Cerqueira, tendo estes dirigido algumas palavras ao Presidente do Sporting».

O Conselho de Disciplina explica que este é «um jogo no qual existem vários incidentes, uns descritos nos relatórios e outros não descritos» e, por isso, «cumpre distinguir aqueles factos que podem ser imediatamente sancionados através de processo sumário daqueles outros factos que têm de ser objeto de um procedimento disciplinar».

planodesaude.golo.fm

Escrito por: José Carlos Leal

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo