DESTAQUEFutebol

FIFA cria novo limite para jogadores emprestados

A nova proposta lançada pela FIFA entraria em vigor a partir de 1 de julho de 2022 e visaria uma mudança nos regulamentos em relação ao número de jogadores emprestados por cada clube.

No projeto apresentado pela entidade reguladora do futebol mundial lê-se que o objetivo seria o de “desenvolver jovens jogadores, promover o equilíbrio competitivo e prevenir a acumulação de jogadores”, e por isso as coisas seriam feitas de forma progressiva. A partir da próxima temporada (2022/2023) cada clube só poderá ter um máximo de oito jogadores emprestados a outros clube, ou no seu plantel. No ano depois, em 2023/2024, o número baixaria para 7 e em 2024/2025 para 6, que será o limite para manter.

As regras não estão aplicadas a empréstimo internos (ou seja, a clubes do mesmo país), mas a FIFA quer que cada associação leve as suas próprias regras até si no espaço de três anos. Entretanto também foi revelado que estas normas não se aplicam a jogadores com 21 ou menos anos de idade.

Outras das propostas no mesmo projeto são as de que o empréstimo tem que durar, no mínimo 6 meses e no máximo 1 ano, e o de que um clube não pode emprestar mais de 3 jogadores à mesma equipa.

Este conjunto de novas normas a querer ser impostas pela FIFA vão ser discutidas, e se for o caso, aprovadas na próxima reunião do Conselho Diretivo da entidade.

João Silva Pereira

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo