DESTAQUEFutebol

Estádio do Dragão alvo de buscas devido a contratos com a Altice relativos aos direitos televisivos

Estão ser feitas buscas no estádio do Dragão, no Porto, devido a suspeitas relativas a contratos com a Altice relativos aos direitos televisivos de transmissão dos jogos do FC Porto.

No interior do estádio estão cinco elementos da PSP, que deverão acompanhar os inspetores da autoridade tributária neste processo. No total, a operação inclui 30 buscas domiciliárias e não domiciliárias.

Até ao momento, o FC Porto ainda não confirmou a realização das buscas ao estádio.

Existem fortes suspeitas de que o filho de Pinto da Costa, Alexandre Pinto da Costa, terá recebido do empresário Pedro Pinho 2,5 milhões de euros, por ter sido intermediário nas negociações.

As autoridades estão também a realizar buscas no Banco Carregosa – uma instituição de crédito com sede no Porto e que se destinado a grandes negócios. Duas dezenas de polícias e elementos a autoridade tributária estão no interior das sucursais da Avenida da Boa Vista e da Rua Guerra Junqueiro, procurando comprovativos da referida transferência para Alexandre Pinto da Costa.

A investigação do DCIAP e da Autoridade Tributária – que está a ser conduzida pelo procurador Rosário Teixeira e pelo inspetor tributário Paulo Silva – já dura há vários anos.

Escrito por: José Carlos Leal

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo