DESTAQUEFutebolMundial 2022

Carlos Queiroz abandona a seleção do Egito após falhar Mundial

Carlos Queiroz confirmou a sua saída do cargo de selecionador do Egito, após ter falhado a qualificação para o Mundial 2022. A formação egípcia perdeu no derradeiro jogo de acesso ao campeonato do mundo com o Senegal.

«Chegou o momento de deixar o cargo para outro selecionador», disse o português em conferência de imprensa após a derrota com o Senegal, nos penáltis, que colocou um ponto final das aspirações do Egito.

«O meu sonho era levar o país ao Mundial pela quinta vez, mas foi o Senegal que se qualificou. Acabou, infelizmente falhámos e não há muito mais a dizer sobre o assunto, apenas felicitar os nossos jogadores pela partida que fizeram e felicitar o Senegal pelo apuramento.»

«Sofremos um golo nos primeiros cinco minutos, começámos o jogo desconcentrados e com temperaturas muito elevadas. Não digo que foram esses os motivos da nossa derrota, mas foram fatores que contribuíram. Agora o Egito vai preparar-se para os próximos torneios», acrescentou.

Queiroz assumiu ainda que o objetivo era vingar a derrota com o Senegal na final do Campeonato Africano das Nações, igualmente decidida através da marcação de grandes penalidades.

«Não tenho problema em admitir. O meu objetivo era voltar a jogar contra Aliou Cissé e ganhar. Talvez tivesse vencido se estivesse sete anos como selecionador do Egito como ele está como selecionador do Senegal. Agora eles estão a festejar o apuramento porque o Mundial é um torneio especial que se realiza a cada quatro anos e que perderá o seu valor se for organizado com maior frequência. Mais de 230 países estão na corrida pelo Mundial, mas apenas os melhores lá chegam», atirou.

planodesaude.golo.fm

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo