DESTAQUEFutebol

António Salvador sobre relação com presidentes dos rivais e sobre saída de Amorim e Paulinho

O presidente do Sporting Clube de Braga António Salvador negou ter uma proximidade com Luís Filipe Vieira que deu, nos últimos anos, vantagens ao Benfica. António Salvador assume que o SC Braga vendeu alguns jogadores ao Benfica, como foi por exemplo o Rafa, por 17 milhões. Mas na hora de negociar, as amizades ficam de parte.

 

O presidente dos guerreiros falou ainda sobre o seu trabalho. O atual presidente contou que chegou com o clube falido tecnicamente, com 5 milhões negativos. Neste momento, o SC Braga tem 40 milhões de capitais próprios positivos. 50 milhões de euros já pagos de impostos ao Estado, mais de 14 milhões dos quais este ano, e sempre com as contas em dia.

Salvador deixou bem vincada e ideia que tem o “sonho de ser campeão».

Outro tema em cima da mesa foi o facto de estar a alimentar um candidato ao título. Rúben Amorim e Paulinho acabaram por sair para o Sporting CP. António Salvador explicou como se processou a saída de Amorim do comando técnico dos guerreiros do minho.

 

Rúben Amorim foi muito correto, segundo António Salvador. O presidente do SC Braga assumiu que tanto Paulinho como Rúben Amorim saíram porque o SC Braga não conseguia pagar aquilo que o Sporting CP oferecia.

 

O Sporting já queria Paulinho no verão e após meio ano sem rendimento, só com dois golos, o SC Braga tinha de o deixar sair, esclareceu Salvador, em entrevista concedida à CNN Portugal.

planodesaude.golo.fm

Escrito por: José Carlos Leal

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo