Erling Haaland sucede a João Félix no prémio “Golden Boy”

Erling Haaland venceu o prémio Golden Boy 2020, promovido pelo jornal italiano Tuttosport, tornando-se no primeiro futebolista nórdico a vencer o troféu destinado ao melhor jovem com menos de 21 anos a atuar no futebol europeu. O norueguês de 20 sucede, assim, a João Félix, jogador português que tinha conquistado o galardão pela última vez.

Ansu Fati (do Barcelona) foi a preferência do público, mas a votação dos jornalistas foi crucial para que o avançado do BVB Dortmund fosse o vencedor do prémio. O atleta do emblema catalão ficou em segundo lugar, Alphonso Davies (do Bayern) com o último lugar do pódio e Jadon Sancho (do Dortmund) na quarta posição.

Haaland alcançou números extraordinários na temporada passada – tendo marcado 28 golos em 22 jogos pelo Red Bull Salzburg e, depois de se ter transferido para o Dortmund, foram 16 tentos em 18 partidas, inclusive com grandes exibições na Liga dos Campeões. Esta época, já leva 11 golos em 11 jogos.

Recorde-se que Fábio Silva era o único nome português entre os 20 finalistas, mas antes dessa seleção ainda estiveram nomeados outros nove jogadores portugueses: Tiago Djaló, Gonçalo Ramos, Eduardo Quaresma, Rafael Camacho, Pedro Neto, Tomás Tavares, Romário Baró, Tiago Lopes e Vitinha.

Partilhar