Heerenveen enche estádio com peluches para ajudar crianças com cancro

Os jogos continuam a ser à porta fechada na Holanda, mas o jogo entre o Heerenveen e o FC Emmen teve este domingo casa cheia. 15 mil peluches foram colocados nas bancadas do Abe Lenstra Stadion, equipados a rigor, numa ação que, mais do que apenas trazer cor às cadeiras agora vazias, tinha como motor a solidariedade.

Os peluches foram vendidos no âmbito de uma campanha de recolha de fundos para ajudar crianças com cancro através da Fundação para as Crianças Livres de Cancro (KiKa). O Heerenveen anunciou que a iniciativa permitiu recolher 230 mil euros.

«Durante os primeiros meses da pandemia, muitas crianças com cancro ficaram invisíveis, porque o tratamento foi adiado. Infelizmente, voltamos a estar nesta situação e, ao mesmo tempo, fomos confrontados com a realidade dos estádios de futebol vazios. É por isso que nós encorajamos os jogadores com milhares de ursinhos da KiKa com a camisola do Heerenveen. E expressamos o nosso apoio a todas as crianças com cancro, dizendo-lhes que não as esqueceremos», afirmou Frits Hirschstein, fundador da Kika.

A presença dos peluches trouxe outro colorido ao jogo. Os espectadores portaram-se à altura e até participaram no emblemático momento da Kiss Cam [câmara dos beijos], como pode ver no vídeo abaixo. Veja também mais imagens na galeria associada.

Partilhar