Vieira tomou a decisão de contratar Jesus em “março ou abril”

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira deu a conhecer que a decisão em contratar Jorge Jesus foi tomada em «março ou abril». O dirigente contou que esteve em casa de Jesus, antes de o técnico regressar ao Brasil.

«Entendi que o devia contratar depois de uma conversa em casa dele. Ainda era o Bruno Lage o treinador. Foi ali em março ou abril que falei com ele», afirmou Vieira num programa da RTP.

Bruno Lage foi despedido do comando técnico do Benfica no início de julho. Em «março/abril», o Benfica estava a um ponto do então líder FC Porto. A Liga 19/20 foi suspensa depois da jornada 24, quando as águias empataram em Setúbal.

Mais tarde, a 2 de junho, Vieira garantiu a continuidade de Bruno Lage no Benfica para «a próxima época». A afirmação terá sido feita, por isso, pelo menos dois meses da conversa em casa de Jesus.

Partilhar