Volta a Itália: João Almeida segura camisola rosa

João Almeida continua líder do Giro, depois da 15.ª etapa, disputada neste domingo, e que terminou na montanha de Piancavallo com vitória do britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS Grenadiers)

O português da Deceuninck – Quick Step, perdeu alguma vantagem para Wilco Kelderman, que terminou na segunda posição, mas continua com a camisola rosa, ao terminar com 37 segundos de atraso.

Quer isto dizer que João Almeida tem agora 15 segundos de vantagem sobre Kelderman, na classificação geral.

O holandês da Sunweb foi à boleia de um ataque assumido por um colega de equipa, o australiano Jai Hindley, a sete quilómetros do fim, num grupo que incluía também o vencedor da etapa.

João Almeida ficou sozinho, em dificuldades, bem patentes no sofrimento demonstrado após cortar a meta, mas conseguiu segurar a camisola rosa e ainda aumentou a vantagem relativamente ao espanhol Pello Bilbao (Bahrain McLaren), ao polaco Rafal Majka (Bora) e ao italiano Vincenzo Nibali (Trek).

O terceiro lugar da classificação geral é agora de Hindley, de resto, a 2m56s de Almeida.

Rúben Guerreiro (EF Pro Cycling) perdeu a camisola azul para o italiano Giovanni Visconti (Vini Zabu).

Esta segunda-feira é dia de descanso. Faltam, por isso, seis etapas para o final do Giro.

Partilhar