Co-piloto espanhola perde a vida no Rali do Vidreiro

Um acidente no Rali Vidreiro 2020, na Marinha Grande, provocou a morte de uma co-piloto espanhola.

O helicóptero do INEM ainda foi acionado, esteve no local, mas Laura Salvo, de 21 anos, acabou por falecer no local.

Entretanto, a organização da prova emitiu um comunicado a lamentar o sucedido.

“Infelizmente temos a comunicar um óbito no nosso rali. A concorrente Laura Salvo, que competia como navegadora na Peugeot Rally Cup Iberica, sofreu um acidente logo no início do primeiro troço, acabando por falecer”, disse o presidente do Clube Automóvel da Marinha Grande.

Partilhar