Nadal foi eliminado em Roma mas mostrou talento para dar toques com os pés

Rafael Nadal regressou esta semana à competição no Masters 1000 de Roma após largos meses ausente da competição devido à covid-19.

O tenista espanhol foi surpreendido nos quartos de final pelo argentino Diego Schwartzman em dois sets (6-2 e 7-5) e deu a entender que ainda não está no ponto para Roland Garros, torneio que vai tentar vencer pela 13.ª vez na carreira e igualar o recorde masculino de 20 títulos do Grand Slam, na posse de Roger Federer.

Se na componente tenista Nadal não está ao nível dos velhos tempos, o mesmo não se pode dizer com a bola amarela nos pés: o tenista maiorquino mostrou muita arte e técnica acima da média à margem de uma sessão de treino, ele que praticou futebol na infância e é sobrinho do ex-internacional espanhol Miguel Ángel Nadal.

Partilhar