Cartão amarelo para “cuspidelas” no relvado defende Médico da FIFA

Michel D’Hooghe, presidente do Comité Médico da FIFA diz que os jogadores que cuspam para o relvado devem ser punidos.

“É uma prática comum no futebol e pouco higiénica. Por isso quando o futebol voltar penso que deveríamos evitá-la ao máximo. A questão é se isso será possível. Talvez com um cartão amarelo”, disse o responsável em declarações ao The Telegraph.

O regresso ao futebol, parado em quase todo o mundo por causa da covid-19, ainda está envolto em incerteza por causa das questões de segurança.

“Não é higiénico e é uma boa maneira de espalhar o vírus. E essa é uma das razões pelas quais temos de ter muito cuidado antes de a bola voltar a rola. Não sou pessimista, mas neste momento sou muito cético relativamente a isso”, frisou Michel D’Hooghe.

Partilhar