FIA desiste de investigação ao piloto Lewis Hamilton

A Federação Internacional Automóvel vai desistir da investigação ao piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton. Em causa estava uma camisola usada pelo britânico durante uma demonstração antirracismo antes de uma corrida.

Na camisola estava estampada uma frase onde se apelava à prisão dos polícias que mataram a norte-americana Breonna Taylor, uma mulher negra baleada oito vezes em casa, no Kentucky.

Na altura, um porta-voz da Federação Internacional Automóvel disse que esta era uma organização apolítica e, como tal, estava a considerar se a camisola de Hamilton infringia ou não os seus estatutos.

Apesar de não dar seguimento ao processo, o órgão máximo do desporto automobilístico promete emitir orientações sobre o que os pilotos podem vestir em futuras provas.

Partilhar