Coritiba despede Sassá por estar em festa sem máscara e após derrota

O Coritiba, do Brasil, decidiu despedir o avançado Sassá por este ter estado numa festa com aglomeração e sem usar máscara, numa altura em que o país está a braços com a pandemia da covid-19.

A festa aconteceu após a derrota do Coritiba com o Athletico Paranaense. As imagens em que o avançado aparece foram divulgadas nas redes sociais.

O clube considerou que a conduta do jogador, que está cedido pelo Cruzeiro, viola os protocolos de segurança estabelecidos pela CBF e informou-o de que seria despedido com justa causa, voltando assim ao clube original.

Em declarações ao UOL, o empresário de Sassá diz que o jogador não vai sair porque não há motivos para justa causa. «O jogador não vai sair e nem o Cruzeiro vai aceitar. Isso aí não é justa causa nenhuma. O que é que ele fez? Estava com a esposa num aniversário, qual o problema?».

Partilhar