Renault vai mudar de nome no Mundial de Fórmula 1

A escuderia Renault, sexta classificada do Mundial de Fórmula 1 (F1) de 2020, vai passar a designar-se Alpine no campeonato de 2021, anunciou o diretor executivo do construtor francês, Luca de Meo.

“Vamos correr sob a designação Alpine e com as três cores [da bandeira francesa, azul, branco e encarnado]”, revelou Luca de Meo, em conferência de imprensa, à margem do Grande Prémio de Itália de F1, que se realiza hoje no circuito de Monza.

O diretor executivo da Renault qualificou a mudança de nome de “uma alteração significativa” e confirmou que Cyril Abiteboul vai manter-se como chefe da equipa de F1, que tem como pilotos em 2020 o australiano Daniel Ricciardo e o francês Esteban Ocon.

Partilhar