Fórmula 1: Grande Prémio da Toscana em Itália marca regresso do público

Mercedes' British driver Lewis Hamilton (Front) competes during the qualifying session at the Spa-Francorchamps circuit in Spa on August 29, 2020 ahead of the Belgian Formula One Grand Prix. (Photo by Stephanie Lecocq / POOL / AFP)

Os espectadores vão regressar à Fórmula 1 no Grande Prémio da Toscana, em Itália, que de 11 a 13 de setembro vai acolher cerca de 3.000 fãs no estreante circuito de Mugello.

Desde a retoma da competição que todas as provas do Mundial foram realizadas à porta fechada e seguindo um protocolo sanitário muito restrito devido à pandemia de Covid-19.

O Grande Prémio de Portugal, que se realizará em Portimão, de 23 a 25 de outubro, vai contar com público, como há muito foi confirmado.

Na semana anterior a Mugello, quando a Fórmula 1 passar pelo circuito de Monza, igualmente em Itália, vingará o modelo vigente, sem público.

Os 2.000 bilhetes que vão estar disponíveis poderão ser comprados a partir de terça-feira, enquanto os 880 restantes serão entregues a membros ligados aos clubes da Ferrari, que vai participar no seu 1.000.º Grande Prémio na história.

Esta é a primeira vez que a Fórmula 1 vai passar por Mugello, um circuito mais habituado ao MotoGP, no qual compete o português Miguel Oliveira.

Antes da chegada à categoria principal do motociclismo, o “Falcão” somou duas vitórias no circuito italiano: a primeira em Moto3, em 2015, e a segunda em Moto2, em 2018.

Em 70 anos de história da Fórmula 1, as provas italianas têm-se alternado entre Monza e Imola, que também vai voltar a receber um Grande Prémio este ano, a 1 de novembro.

Partilhar