Tiago Monteiro é o único piloto luso que subiu ao pódio na F1

O corredor Tiago Monteiro foi o primeiro e único português a subir ao pódio de um Grande Prémio de Fórmula 1, em Indianápolis, nos Estados Unidos, na “corrida mais estranha” de sempre.

Foi há 15 anos que o piloto português foi terceiro na corrida, disputada por apenas seis carros, atrás dos Ferrari de Rubens Barrichelo, segundo classificado, e do alemão Michael Schumacher, vencedor, e que acabou por levantar Monteiro ao colo.

Nesse dia, o grande circo viveu um dos momentos mais polémicos da sua história devido a um problema com os pneus Michelin, usados por sete das 10 escuderias (Renault, BAR Honda, Williams, McLaren, Sauber, Red Bull e Toyota), e que não aguentavam a força exercida na parte oval do circuito, provocando vários acidentes nos treinos.

Após dezenas de reuniões para encontrar uma solução, na véspera da corrida, as sete equipas decidiram retirar-se para as boxes após a volta de formação da grelha de partida, onde só estavam seis carros: os dois Ferrari, os dois Jordan e os dois Minardi.

“Foi uma corrida muito atípica e uma oportunidade muito grande”, recordou Tiago Monteiro, então piloto da Jordan, à agência Lusa.

O piloto não desperdiçou a ocasião e conseguiu um feito inédito para o automobilismo luso.

Partilhar