Mundial de MotoGP volta ter velocidade a 19 de julho

O Mundial de MotoGP de 2020 vai começar a 19 de julho, no circuito espanhol de Jerez de la Frontera e sem a alternativa de Portugal no calendário revisto do campeonato de velocidade de motociclismo, anunciado esta quinta-feira pela Dorna.

A empresa promotora da prova anunciou, para já, a realização de 13 provas, todas na Europa e cinco das quais em formato de jornadas duplas.
A segunda ronda também acontece em Jerez de la Frontera, a 26 de julho. Os circuitos de Spielberg, Misano, Aragón e Valência também vão acolher duas jornadas.

Os grandes prémios das Américas (Estados Unidos), Argentina, Tailândia e Malásia carecem ainda de confirmação, que o promotor pretende dar antes de 31 de julho.

Canceladas tinham sido já as edições dos grandes prémios de Países Baixos, Finlândia, Alemanha, Grã-Bretanha, Austrália, Japão e Itália. O campeonato não vai ter mais de 17 eventos, incluindo o já realizado, nas categorias Moto2 e Moto3, no Qatar, em março. Isto significa que pelo menos uma das corridas previstas não vai realizar-se.

Calendário confirmado para a MotoGP
19 julho: Jerez de la Frontera (Espanha)
26 julho: Jerez de La Frontera (Espanha)
9 agosto: Brno (República Checa)
16 agosto: Spielberg (Áustria)
23 agosto: Spielberg (Áustria)
13 setembro: Misano (São Marino)
20 setembro: Misano (São Marino)
27 setembro: Montmeló, Catalunha (Espanha)
11 outubro: Le Mans (França)
18 outubro: Aragón (Espanha)
25 outubro: Aragón (Espanha)
8 novembro: Valência (Espanha)
15 novembro: Valência (Espanha)

Partilhar