Benfica deixa direção da Liga

FUTEBOL - Adeptos do Benfica, durante o jogo SL Benfica x FC Porto , para 30 jornada da Liga NOS 2017/18, realizado no Estadio da Luz, em Lisboa. Domingo, 15 de Abril de 2018. (PAULO SANTOS/ASF)

Benfica decidiu abandonar a direção da Liga. Lourenço Coelho, representante encarnado neste órgão, decidiu renunciar à posição na reunião desta sexta-feira.

Uma decisão que resulta da contestação dos últimos dias ao líder da Liga, Pedro Proença, que o Benfica tem vincado em reuniões realizadas tanto no âmbito deste organismo, como também de forma paralela.

Em causa está a forma como tem sido gerida a paragem e retoma da Liga, provocada pela pandemia de covid-19, e sobretudo a carta que Proença escreveu ao Presidente da República e ao Ministro da Economia, a sugerir jogos transmitidos em canal aberto.

Uma iniciativa que caiu mal junto de vários clubes, apanhados de surpresa, e também junto das operadoras televisivas.

Confrontado com esta insatisfação, o presidente da Liga remeteu uma decisão sobre o seu futuro para uma Assembleia Geral a realizar em junho.
Essa reação surgiu esta quinta-feira, em reunião de presidentes, na qual o líder do Sp. Braga, António Salvador, pediu a demissão dos clubes que integram a direção da Liga.

O Benfica decidiu abandonar a direção da Liga já nesta sexta-feira, dia em que a NOS confirmou oficialmente que não pretende renovar a parceria com a Liga, que termina em 2021.

Para além de Benfica, os outros emblemas representados na direção da Liga são FC Porto, Sporting, Gil Vicente, Tondela, Leixões, Mafra e Cova da Piedade.

Partilhar