Kamba: o jogador “morto vivo”

Hiannick Kamba, formado no clube alemão, foi dado como morto em 2016 depois de um acidente de carro no Congo. Mas, quatro anos depois, foi descoberto vivo e de boa saúde.

Hiannick Kamba, na altura com 29 anos, sofreu um acidente de viação no Congo, terra natal, depois de uma saída com amigos e foi dado como morto. Mas, quatro anos depois, o jornal alemão “Bild” descobriu o ex-lateral direito do Schalke 04 vivo e de boa saúde no noroeste da Alemanha.

De acordo com a mesma publicação, Kamba terá sido alvo de um esquema da mulher com quem era casado na altura. A ex-esposa terá forjado a morte do ex-atleta para conseguir uma certidão de óbito e cobrar um seguro de vida que o jogador tinha na Alemanha. Situação que já estará a ser tratada pelas autoridades.

“Kamba diz que foi abandonado pelos amigos durante a noite no interior do Congo em 2016 e que o deixaram sem documentos, dinheiro ou telemóvel. Ele já reportou a fraude à embaixada alemã em Kinshasa, em 2018”, disse a procuradora da cidade de Essen, Anette Milk.

O ex-lateral direito fez toda a formação no Schalke 04 mas acabou por nunca se conseguir impor na equipa principal. Fez carreira nas divisões secundárias alemãs.

Partilhar