FIFA pode obrigar jogadores em final de contrato a ficar nos clubes até ao último jogo da época

A FIFA pondera colocar em prática uma medida de emergência para evitar, ou pelo menos adiar, as transferências de jogadores que estão em final de contrato.

Segundo o jornal britânico “The Times”, a entidade máxima para o futebol classifica a pandemia da Covid-19 como motivo de força maior, que lhe daria o poder de determinar que os atletas permaneçam nos clubes que representam atualmente.

A medida estaria em vigor até ao último jogo da presente temporada, que está suspensa e sem data de retorno.

Esta medida abrangerá também os jogadores que já têm pré-acordos com outras equipas. É o caso, por exemplo, do jogador brasileiro William, cujo vínculo com o Chelsea acaba em junho, e ao que tudo indica, irá representar o Bayern de Munique.

O Chelsea, por sua vez, já teria acordada a transferência de Hakim Ziyech, jogador do Ajax em fim de contrato. No entanto, se a medida for oficializada, a transferência também será adiada.

Partilhar