60 mortos e 3.544 casos de Covid-19 em Portugal

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta quinta-feira a existência de 60 mortes e 3.544 casos de Covid-19 em Portugal.
O número de óbitos subiu de 43 para 60 em relação ao último balanço da DGS, enquanto o número de infetados aumentou de 2.995 para 3.544, mais 549 relação a ontem, uma subida que representa um aumento de 18,3%.

Há, ao todo, 43 casos recuperados a registar, mais 21 que ontem.

No boletim divulgado esta quinta-feira pela DGS, há, desde 1 de janeiro, um total de 22.257 casos suspeitos, dos quais 2.145 aguardam os resultados das análises e 16.568 testes que deram negativo.

O total de doentes internados é de 191, 61 deles em Unidades de Cuidados Intensivos.

Na conferência de imprensa desta quinta-feira António Lacerda Sales, Secretário de Estado da Saúde, explicou que Portugal atravessa agora uma fase de mitigação no que diz respeito ao surto covid’19.

Já a Diretora Geral da Saúde Graça Freitas assumiu que nesta fase as pessoas devem ter em conta o procedimento correto em fase de mitigação.

Graça Freitas deu conta ainda da taxa de letalidade em pessoas mais velhas e sobre os motivos que devem levar a um cidadão a ligar para o SNS.

 

Fernando Almeida, Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Ricardo Jorge, explicou o método da utilização de testes.

A região Norte continua a ser a mais afetada, com 1.858 casos e 28 mortes. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com 1.082 casos e 18 óbitos. A região Centro regista 435 casos e 13 mortes, o Algarve 89 casos e um morto, o Alentejo 20 casos, os Açores 24 casos e a Madeira 15 casos.

Casos confirmados
14 meninos e 29 meninas com menos de 10 anos;
49 homens e 51 mulheres entre os 10 e os 19 anos;
166 homens e 234 mulheres entre os 20 e 29 anos;
268 homens e 310 mulheres entre os 30 e 39 anos;
304 homens e 367 mulheres entre 40 e os 49 anos;
277 homens e 360 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
255 homens e 229 mulheres entre os 60 e 69 anos;
184 homens e 133 mulheres entre os 70 e os 79;
128 homens e 186 mulheres casos com mais de 80 anos.

Óbitos
3 homens e 1 mulher entre os 50 e os 59 anos;
8 homens entre os 60 e os 69 anos;
14 homens e 1 mulher entre os 70 e os 79 anos;
16 homens e 17 mulheres com mais de 80 anos.

Partilhar