Julgamento Alcochete: Maximiano e Wendel voltam a testemunhar

Luís Maximiano e Wendel vão ter de voltar a testemunhar esta quarta-feira no âmbito do processo do ataque à Academia de futebol do Sporting, em Alcochete, devido a falhas na gravação da videoconferência no primeiro depoimento.

Os dois jogadores foram ouvidos a 9 de dezembro de 2019, mas os registos ficaram com falhas, segundo revelou um dos advogados envolvidos no processo.

O guarda-redes e o médio vão voltar ao tribunal do Montijo esta quarta-feira durante a tarde. O roupeiro João Reis e o fisioterapeuta Hugo Fontes são ouvidos na parte da manhã.

Partilhar