Solskjaer satisfeito com regresso de Mourinho a Inglaterra

O treinador do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, está satisfeito com o regresso de José Mourinho a Inglaterra, para treinar o Tottenham, nem que seja para que se pare de falar tanto dele e da sua equipa.

“É bom ter o José de volta, sem dúvida, especialmente para os jornalistas. E talvez também para mim, porque agora podem escrever e falar sobre tudo o resto. Vai ser um espetáculo e um circo”, referiu o técnico norueguês, esta sexta-feira, em conferência de imprensa.

Matic fez “gosto” numa publicação que sugeria que Mourinho tentaria contratá-lo para o Tottenham em janeiro. Foi o técnico português que levou o médio sérvio do Benfica para o Chelsea e daí para o United.

Solskjaer desvalorizou o assunto: “O Nemanja [Matic] tem sentido de humor.”

Agora que está sem clube, depois de ter sido despedido do Tottenham, Mauricio Pochettino tem sido associado, de forma insistente, ao Manchester United. Solskjaer continua seguro da sua posição no clube.

“Não me incomoda nada. Tenho o melhor emprego do mundo e tenho a certeza que, estando com ou sem trabalho, qualquer treinador quereria este emprego. Por isso, não importa o que acontece à volta. Tenho de me concentrar no meu trabalho no Manchester United e fazer o melhor que posso”, vincou.

Solskjaer salientou que fala com o diretor desportivo do United, Ed Woodward, e os donos, a família Glazer, “a toda a hora sobre os planos para fazer o clube progredir”. “Isso não muda por outros clubes trocarem de treinador”, frisou.

De qualquer forma, o norueguês deixou uma palavra de apreço ao colega: “Sobre o Mauricio [Pochettino], é sempre triste quando um dos teus colegas, um bom homem, perde o emprego, especialmente antes do Natal. Desejo-lhe o melhor.”

Ole Gunnar Solskjaer fazia a antevisão da visita ao Sheffield United, quinto classificado da Premier League, acima do Manchester United, que vai em sétimo. O jogo está marcado para domingo, às 16h30. O técnico norueguês informou que ainda não é desta que Diogo Dalot, lesionado desde outubro, volta à competição.

Partilhar