Nadal é o tenista mais velho de sempre a terminar o ano como número um

Rafael Nadal vai entrar em 2020 como número um do ténis mundial. A atualização do “ranking” ATP desta segunda-feira faz do espanhol o tenista mais velho de sempre a terminar o ano no posto mais alto, com 33 anos.

A seguir, está o sérvio Novak Djokovic, enquanto o suíço Roger Federer fecha o pódio. A outra mudança no “top-10” é entre o austríaco Dominic Thiem, que sobe ao quarto lugar, e o russo Daniil Medvedev, que desce para quinto.

No que concerne os tenistas portugueses, João Sousa subiu uma posição e reentrou no “top-60”. Pedro Sousa mantém-se no 146.º posto da hierarquia mundial.

De resto, foi uma atualização negativa, no panorama nacional. Frederico Silva sofreu uma queda aparatosa e caiu 17 lugares, para 191.º, e João Domingues caiu sete, para 192.º. Gonçalo Oliveira perdeu quatro posições e é, agora, 269.º. Gastão Elias teve igual queda, para 378.º. O último tenista português no “top-500”, Frederico Gil, subiu um lugar, para 462.º.

Partilhar