Miguel Oliveira recupera a tempo do Grande Prémio da Malásia

Miguel Oliveira vai estar presente nos primeiros treinos livres do Grande Prémio da Malásia, o penúltimo da temporada. O piloto português lesionou-se na Austrália, numa queda a cerca de 300 km/h, e ainda tem a presença na corrida deste fim-de-semana em risco.

“Os exames médicos foram feitos e estou apto para conduzir amanhã, mas ainda não consigo dizer como vou sentir-me em cima da mota. Tenho de esperar por algumas voltas, ou até pela primeira sessão. Agarrar a mão do médico é, obviamente, diferente de conduzir esta mota. Definitivamente não estou a 100%. Há o risco de cair outra vez e agravar a lesão, que foi o que me aconteceu”, disse.

O piloto português caiu a 300 km/h numa das sessões de treinos livres na Australia e falhou a corrida, devido a dores e inchaço nas duas mãos. Depois de reavaliação médica, Miguel Oliveira explicou que o pior cenário não se confirmou da lesão nas mãos.

“Depois de uma ressonância magnética que fiz no domingo, descobrimos algumas coisas nos tendões dos pulsos, mas nada de preocupante, mas vimos que a minha lesão no ombro piorou. Neste momento, estamos a ver o que podemos fazer para as próximas corridas”, pode ler-se.

O Grande Prémio da Malásia é o penúltimo da temporada. O piloto da KTM-Tech 3 disputa a sua primeira época na MotoGP e é o 17º da classificação geral, com 33 pontos.

Partilhar