Ingleses dão mais tempo a Bernardo Silva

A federação inglesa de futebol deu mais tempo a Bernardo Silva para se defender das acusações de racismo.

O prazo terminava esta quarta-feira, mas o prazo foi prolongado até dia 21 de outubro.

O internacional português está ao serviço da seleção nacional para a dupla operação Luxemburgo e Ucrânia.

Bernardo Silva foi acusado de racismo depois de ter publicado nas redes sociais uma brincadeira sobre o colega e amigo Benjamin Mendy.

O médio do Manchester City comparou Mendy a “Conguito”, o boneco dos chocolates, e pode ser suspenso até 6 jogos.

Têm sido várias as vozes a defender Bernardo Silva, incluindo colegas de seleção, e o técnico Guardiola.

Partilhar